Flávio Cavalcante

O espectador merece todo nosso respeito, porque sem ele, não há quem possa nos aplaudir

Textos

FOGUEIRA DE PAIXÃO
Poema de:
Flávio Cavalcante
 
 
 
Nem que eu seja mais um homem em seu coração
Minha querida quero ser teu amorzão
Meu pensamento passa um filme de amor e emoção
Sufocando teu calor, nessa fogueira de paixão...
Meu peito não aguenta essa pressão no entardecer ...
Nem que eu passe minha vida Implorando pra te ver ...
Não te esqueço te venero e te quero pra valer
Do teu lado o que eu quero é de dar carinho e prazer...
Eu prometo sair desse sufoco
Por um jeito ou pelo o outro
Eu quero um dia amar você...

Eu te quero, tu me queres, o que eu tenho que fazer?
Flavio Cavalcante
Enviado por Flavio Cavalcante em 16/02/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras