Flávio Cavalcante

O espectador merece todo nosso respeito, porque sem ele, não há quem possa nos aplaudir

Textos

SOB AMOR, SOBRE AMOR
Poema de:
Flávio Cavalcante

 

 
I
Sob a côdea exposta sobre a mesa
Sobre o orvalho que esvaia sob a flor
Sob a luz de uma quimera acesa
Sobre o poema que fala de amor
II
Sob tudo que vem para abrir caminho
Sobre nada que vem para somar
Sob o verbo que escreveram em pergaminho
Sobre a busca do sinônimo o que é amar
III
Sob conversa cheia de ironia e desdém
Sobre as palavras profanadas ao léu
Sob inspirações vindas do além
Sobre a pena deslizada no papel
IV
Sob tudo que a vida oferece
Sobre o olhar lhano e obscuro
Sob o sol que no final enternece
Sobre o brilho da lua em ar puro
v
Sob a luz da vela, a magia
Sobre o afago carinhoso do amor
Sob a luz da ribalta te diria
Sobre tudo embaixo do cobertor
Flavio Cavalcante
Enviado por Flavio Cavalcante em 04/03/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras