Flávio Cavalcante

O espectador merece todo nosso respeito, porque sem ele, não há quem possa nos aplaudir

Textos

AMIGO OU INIMIGO
Poema de:
Flávio Cavalcante
 

I
Apaziguados mesmo sem querer
Sem saber se é amigo ou inimigo
Semente plantada fazer o que?
Bicho solto em busca de um abrigo


II
Parto mal feito sem cortar o umbigo
Tudo que se planta um dia vai colher
É bicho andarilho igual a mendigo
Amigo ou inimigo prazer ou desprazer


III
Vidas cruzadas pelo próprio destino
Para quem sabe uma reconciliação
Entregue a ação nas mãos do desatino
Sem vontade, sem amor e sem perdão


IV
Amigo mal, logo ficará muitíssimo bem
Inimigo do próprio mundo desconhecido
Amigo mau que nunca foi bom e contém
Inimigo de todo bem que foi destruído


V
Ambos no tabuleiro de uma dama
Ganhando e perdendo em desafeto
Briga tortuosa de porcos na lama
Aranhas na guerra por uma teia no teto


VI
Na briga do espaço, cumprindo o castigo
Plateia querendo saber quem já morreu
Buscando saber meu Amigo ou inimigo
Olhando-me no espelho ambos, Sou eu

 
Flavio Cavalcante
Enviado por Flavio Cavalcante em 02/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras